7 de fevereiro de 2009

ARCANO I - O MAGO


O Mago, também chamado por alguns autores como O Saltimbanco ou O Mágico, representa o princípio, o início da concretização de uma vontade, a ação que leva a uma concretização. Somos nós agindo de acordo com a nossa vontade primeira. Essa é a idéia primeira do arcano um, o que explicaria, inclusive, O Mago ser o primeiro arcano.

O um simboliza tudo o que vem primeiro, a independência, a liderança, a iniciativa, o vanguardista, o pioneirismo em qualquer área da vida, a capacidade de pensar e realizar.

O Mago é O Louco maduro para alguns, aquele que já detém algum conhecimento, mas que não sabe de toda a sua potencialidade, aquele está no início de alguma etapa. É o aprendiz, o estudante, o candidato, o iniciante, o neófito com muito potencial que poderá tornar-se um dia O Hierofante, o mestre, o sacerdote, o superior hierárquico, o chefe, o conselheiro.

Num sentido mais espiritual, O Mago é aquele que possui aptidões para lidar com os elementos (ar, fogo, terra e água), é o bruxo no início de sua jornada.Nesse mesmo sentido, O Mago sabe criar através da manipulação dos elementos, mas não sabe por que faz isso e nem para que faz isso. Talvez falte no Mago um pouco de maturidade, compreensão e vivência para conhecer os mistérios espirituais.

No mundo dito profano, ou seja, no mundo material, podemos pensar no universitário recém formado (ou até aquele que ainda está se graduando) que é dedicado, que é estudioso, que conhece bem aquilo que seus professores lhe ensinaram, mas que ainda não possui vivência prática de seu ofício. É com certeza um profissional em potencial que poderá se tornar um grande líder, um grande mestre, mas ainda está no início de seu caminho. Talvez possa ser até um pouco arrogante... Mas isso é por que ele ainda está aprendendo.

No Tarô Mitológico, e também em outros baralhos, a figura mitológica atribuída a esse arcano é Hermes, Mercúrio, o mensageiro dos Deuses, o portador do Caduceu. Crowley chama O Mago de o portador do bastão, que é o símbolo do poder mágico. É com o bastão que o mago cria, dá forma no mundo material.

Para os autores do Tarô Mitológico, O Mago representa o mestre espiritual.

Para mim, mestre espiritual é O Hierofante.

O Mago seria, portanto, o aspirante, aquele que um dia poderá ser o mestre, O Hierofante.

No Mago temos a primeira iniciativa que nos levará ao Hierofante, buscamos no Mago a independência espiritual, nos tornando mestres de nós mesmos em muitos aspectos, ainda que ainda sejamos aprendizes de alguém.

Em boa parte dos tarôs, O Mago possui um chapéu em forma de oito deitado (lemniscata) que é o símbolo do infinito e do conhecimento esotérico.A mão esquerda do Mago está direcionada para o alto e a mão direito para o chão. Isso significa que O Mago conhece a máxima "em cima, como embaixo", de Hermes Trismegisto. Desta forma, O Mago conhece certas leis e faz uso delas para concretizar sua vontade.

A mão erguida segura o bastão, símbolo do poder ativo, do princípio masculino, o fogo.

Sobre a mesa podemos ver os símbolos dos outros três elementos dispostos.

A Taça, símbolo da água, princípio feminino, aquele que mantém a forma, o amor, a beleza; a espada, símbolo do ar, da mente, do astral, da transformação,da ousadia; o masculino; e a terra, símbolo da matéria, da posse, do feminino.

Há também uma tulipa aos pés do Mago (em outras representações verde, grama) que significa o início das atividade do Mago, a iniciação.

PALAVRAS-CHAVE: independência, iniciativa, pioneirismo, potenciais.VERBOS: iniciar, começar, agir, fazer.

SITUAÇÃO: o início de algo, o começo de uma empreitada.

PERSONALIDADE: um líder em formação, um jovem ou uma pessoa que inicia algo, um candidato, um pretendente, um aspirante, o ser humano que pode influenciar os acontecimentos naturais, alguém que poderá a ser uma pessoa importante na vida (ou na vida do consulente).

ASPECTOS POSITIVOS: início de alguma atividade, capacidade de organizar o início de algo, iniciativa, prontidão, força de decisão, vontade de criar/iniciar algo, vitalidade, eloqüência, comunicação, capacidade de aceitar riscos, inteligência, persuasão, habilidade, criatividade intelectual, capacidade analítica, capacidade de percepção.

ASPECTOS NEGATIVOS: arrogância, presunção, exibicionismo, mentira, falácia, roubo, engano,ambição desmedida, falta de escrúpulos, amotinação, atividades sem razão, falta de atenção, falta de paciência, empreendimentos infelizes, desentendimentos, isolamento.




Bênçãos,
Lua Serena
Figuras: The Yeager Tarot of Meditation e The Wirth Tarot
Postar um comentário