22 de agosto de 2012

Dionisíacas e Orfismo


Esses dias fui assistir a uma palestra, cujo tema girava em torno da antiga Grécia, escolas de mistérios, grandes sábios e filósofos do passado.
Qual não foi a minha chateação quando o palestrante diz que na época a religião que 'imperava' era o Orfismo e que algumas pessoas estavam degenerando o Orfismo. Essas pessoas chamavam seus cultos de Dionisíacas, que eram cultos distorcidos do Orfismo original... o.O

Confesso que fiquei revoltada, levantei e fui tomar uma água.

Obviamente, não se espera que as pessoas saibam que isso está incorreto, pois não é como saber que quem "descobriu" a América foi Colombo. Mas se espera que uma pessoa que se propõe a ministrar uma palestra sobre um assunto, não fale bobagens. Especialmente quando essas bobagens tem como pano de fundo alguma espécie de preconceito, ou da falsa moral e pseudo bons costumes, ou uma visão completamente distorcida de uma realidade... distorção essa causada por séculos de mentiras contadas e recontadas para a Humanidade... mas que basta qualquer ser alfabetizado ir buscar as infos. e verá que não é bem como lhe disseram.

Para amenizar a minha revolta, deixo um pequenino trecho do livro de Mircea Eliade (História das Crenças e das Ideias Religiosas, v.I):

"Diodoro da Sicilia refere-se, ao que parece, aos mistérios dionisíacos quando escreve 'Orfeu transmitiu nas cerimônias dos mistérios o despedaçamento de Dionísio'. E, em outro trecho, Orfeu é apresentado como um reformador dos mistérios dionisíacos: 'É por esse motivo que as iniciações atribuídas a Dionísio são denominadas órficas'. A tradição transmitida por Diodoro é preciosa à medida que confirma a existência dos mistérios dionisíacos. Porém, é provável que já no século V* esses mistérios tenham tomado emprestados certos elementos 'órficos'. Com efeito, Orfeu era então proclamado 'profeta de Dionisio' e 'fundador de todas as iniciações'."

* AEC. Quando surge o orfismo.

Vale dizer que os ritos mitos e cultos envolvendo Dionisio são anteriores ao séc. V, basta seguirmos as pistas deixadas pelo tempo e esmiuçadas por historiadores, antropólogos e mitólogos. Tal qual Eliade.

Eu não sou expert no assunto, sou apenas uma amadora curiosa que foi tocada no coração pelo tirso de Baco, então... ainda me falta estudar bastante. Mas não podia deixar de vir aqui e desabafar com vcs.

Beijos,
Lua.
Postar um comentário