10 de janeiro de 2018

Convite: GRUPO DE ESTUDOS DO SEMENTE ANCESTRAL





GRUPO DE ESTUDOS DO SEMENTE ANCESTRAL


Olá, pessoal!

O Semente Ancestral é um clã de Bruxaria fundado pela Lua
Serena e Elfo Lunar. Nossos trabalhos ocorrem na região do Vale do Paraíba,
interior de São Paulo (135km da capital).
Neste ano, decidimos fazer novamente nosso trabalho para
ajudar aqueles que não podem ou não desejam participar de um grupo de Bruxaria.
Para tanto, vamos iniciar um grupo de estudos virtual sobre
Bruxaria, pautando-nos tanto na visão histórica, quanto na nossa forma de
praticar e vivenciar a Arte.

COMO FUNCIONARÁ?
Os estudos acontecerão no grupo do Facebook “G.E.S.A. Grupo
de Estudos do Semente Ancestral”.
Toda quarta um tema será enviado ao grupo, juntamente com um
pequeno questionário e exercícios acerca do tema.
Todos deverão responder ao questionário e/ou formular
questões e debates, enviando ao grupo até a segunda-feira.
Cada membro do GESA terá um monitor que ficará responsável
por acompanhar seus estudos.
Toda quarta-feira, no período noturno, teremos uma aula on
line, via Hangout ministrada por um membro do Semente Ancestral, momento em que
os participantes poderão fazer perguntas e tirar dúvidas sobre o tema da
semana.

QUANDO COMEÇA?
O primeiro tema será enviado no dia 28 de Fevereiro de 2018.

QUAL O CUSTO PARA PARTICIPAR?
A participação é gratuita, mas depende da efetiva
participação daqueles que se propuserem a estar no grupo, sob pena de exclusão.
Afinal, é um círculo de estudos e isso pressupõe troca de informações.

COMO FAÇO PARA PARTICIPAR?
Do dia 10 a 31 de Janeiro de 2018, os interessados devem
procurar o Aros:



QUE TEMAS SERÃO ESTUDADOS?
Os temas seguirão o conteúdo abaixo relacionado (lógico com
flexibilidade):
SEMANA 1: A História da Bruxaria: conceitos de Bruxaria,
Wicca, Bruxaria Moderna, Bruxaria Tradicional, etc; origens, grandes nomes da
Bruxaria no mundo.
SEMANA 2: Os Deuses da Bruxaria: os conceitos de Deus e
Deusa, os teísmos(monoteísmo, duoteísmo, politeísmo, panteísmo, etc), imanência
e transcendência.
SEMANA3: Sagrado Feminino e Masculino: Conceitos, curas, o
que é, formas de trabalhar, e etc.
SEMANA 4: Sabás: as diversas formas de rodar a roda do ano.
SEMANA 5: Esbás: qual a importância da lua, as diferentes
fases e as diferentes energias de cada lunação.
SEMANA 6: Altar, instrumentos e círculo mágico
SEMANA 7: Estrutura ritualística: como montar um ritual de
sabá, de esbá, outros rituais, como fazer uma oferenda, como se conectar e
meditar com os deuses.
SEMANA 8: Crenças da Bruxaria I: nome mágico, símbolos da
Bruxaria, ritos de passagem.
SEMANA 9: Os três eus.
SEMANA 10: Estudo dos elementos.
SEMANA 11: Magia I, Introdução: uma introdução sobre seu
funcionamento. Formas de praticar magia (herbologia, pedras, magia simpática).
SEMANA 12: Magia II
SEMANA 13: Crenças da Bruxaria II: Ancestralidade, lei do
retorno, animais de poder e espíritos familiares. Sombras.
SEMANA 14: Ferramentas divinatórias: uma introdução sobre as
diversas formas divinatórias, Adivinhação x Autoconhecimento. Nossa ferramenta:
O Tarô.
SEMANA 15: Trabalhando em diferentes dimensões: templo
astral, sonhos, projeções.
SEMANA 16: Seres mágicos: seres e reinos elementais, os
guardiões dos quadrantes, outras raças.
SEMANA 17: Cura, práticas devocionais e mágicas.
SEMANA 18: Formas de Praticar a Bruxaria: Bruxaria solitária
e Bruxaria em grupo: solitários, círculos, covens, groves, tradições;
dedicação, iniciação e autoiniciação.


CONSIDERAÇÕES FINAIS:
Ao aceitar participar, tenha em mente que não concordar com
uma opinião não significa odiar mortalmente a pessoa que a expressou. Da mesma
forma, se alguém de vc discordar, converse, exponha seu ponto-de-vista,
apresente seus argumentos... não fique achando que as pessoas te odeiam só pq
elas discordam de vc.
Encare como uma oportunidade de crescimento e não tenha
vergonha de ser o único a defender uma opinião, se essa faz sentido para vc. Vc
tem esse direito. Mas defenda... não diga apenas que essa é sua opinião e
ponto. Em contrapartida, não tenha vergonha de mudar de opinião, isso mostra a
capacidade de aprender, de crescer e se desenvolver intelectualmente.
Tendo em vista tudo que acabamos de citar, claro que
xingamentos, grosserias e falta de educação não serão toleradas. As mensagens
do grupo serão moderadas.

Dúvidas, estamos às ordens!
Beijos e esperamos vcs por lá,
Semente Ancestral

16 de dezembro de 2017

Prece à Hécate


Que teus caminhos se abram...
Sem que haja vento perverso ou medos banais.
Que teus caminhos se abram...
De dia, que encontres abrigo da luz que cega e mata. De noite, que as tochas sagradas te possam clarear.
Que teus caminhos se abram...
E não se fechem para as passagens de teu aprendizado.
Que teus caminhos se abram...
Te levando para perto de seu destino, de suas missões, bifurcando e te proporcionando as sábias decisões.
Que teus caminhos se abram...
A toda sorte, que lhe sorria. A todos dor que sejas apenas para teu crescimento.
Que teus caminhos se abram...
Te levando para si e além. E distante de todo mal, de toda amargura, de toda maldição a ti lançada... Ou por ti criada.
Que teus caminhos se abram.
Está feito.
Assim é.

8 de novembro de 2017

Sagrados Feminino e Masculino na visão DELES P1


Certa noite, resolvi chamar os meninos do meu clã para um bate-papo sobre sagrado masculino e sagrado feminino no Paganismo. Nem todos puderam participar. Mesmo assim, deu pano pra manga e resultou num vídeo bem grande, que será dividido em 3 partes. Dentre várias coisas, falamos sobre: - Meninos gays se conectam mais com o Sagrado Feminino ou com o Sagrado Masculino? Por quê? - Meninos gays têm nojo de mulher? Como fica o Sagrado Feminino nisso? - Modelos de Feminino, Masculino: resignificação dos papéis do homem e da mulher. - Patriarcado e Matriarcado: feridas e curas e legado. - Círculo de Homens: que temas abordar. - Orgasmo e zonas erógenas do homem: quebra de tabus. - "Brochar" ou não... eis a questão. - Homens gays, bissexuais e heterossexuais no mesmo círculo: teria problema? - Além do falo: o universo masculino em aprofundamento. - Hormônios masculinos. - Deuses especiais para trabalhar o Sagrado Masculino.
Beijos, Lua Serena