27 de dezembro de 2016

SOBRE NOMES MÁGICOS...


Acordei de um sonho interessante...

Mas antes de contar, deixe-me contextualizar algumas coisas...

Os nomes que carregamos são chaves mágicas poderosas que nos conectam à nossa essência, a mistérios sobre nós mesmos e sobre nossos ancestrais.
No decorrer de nossas vidas espirituais, a depender do caminho que sigamos, recebemos nomes que são pontes para esses mistérios, chaves a abrir portas e portais profundos de nós mesmos.
O primeiro que recebemos, quando nascemos, recebemos dos antigos de nosso clã, nossa família.
Pode ser que te pareça ter sido escolhido teu nome apenas pela sonoridade dele, mas como não creio em coincidências e sei que qualquer coisa que seja nomeado guarda grande grande poder, aprendi a analisar as pessoas por seus nomes, os nomes de seus clãs, os nomes que se repetem em seus clãs, os nomes púbicos, os nomes secretos...
E isso não é exclusividade minha, é feito há muitos séculos.
Então, em suma, bem além dos significados dos livretos/sites de nomes para bebês, cada nome possui uma partícula de quem você é em essência. Desse mistério que é ser você. O Elfo, por exemplo, meu marido amado... é Elfo Lunar... Um ser quase divino em sua essência, ligado aos mistérios da dança maravilhosa entre o sol (Alfrothul) e a lua (Esse Elfo não é só um Elfo, mas é um lunar). Além disso, ele é Herman Renato, o irmão renascido... que significa muita coisa para quem o conhece. 
Usei o amor da minha vida para exemplificar minhas viagens, mas você pode fazer consigo e com os seus.

Mas vou além...
Ganhamos de nossos antigos, de nossos ancestrais, os nomes que carregaremos durante nossas vidas. Carregamos o DNA de muitas e muitas pessoas. Somos a soma biológica de todos os nossos ancestrais. Já pensou que se faltasse um nesse imenso leque, você não estaria aqui?
E não apenas o DNA carregamos... Carregamos energia, legados, dons... mas também aprendizados, talvez maldições ... 
E aqueles que são adotados? 
Ah, esses são seres peculiares, que carregam não apenas de um veio dessa árvore maravilhosa que nos une e nos faz... mas de dois veios!
Quantos mistérios essas crianças peculiares carregam, não é mesmo?

Enfim, quando ganhamos um nome, ganhamos também poderes, características, potenciais de nossos ancestrais. Carregamos, então, poderosas partículas de outros seres, nossos ancestrais.
Dito tudo isso, conto meu sonho...
Encontrava com algumas mulheres, numa floresta molhada pela chuva que acabara de cair.
Todas essas mulheres eram minhas ancestrais.
Elas me disseram que carrego a beleza, o perfume e o espinho da rosa. Que carrego também o legado de muitas mulheres sobre as quais pedras foram atiradas. Mulheres esquecidas, sufocadas, reprimidas.
Elas me disseram que possuo inteligência no pensar e nobreza no coração, bem como a fúria e força necessárias para vencer qualquer batalha.
Finalizaram dizendo que carrego não só a força do feminino em mim, mas DO FEMININO.

Fiquei pensando nisso tudo...
Minhas bisavós se chamam: Rosa Paschoa, Magdalena de Almeida, Adele Ebert e Elvira Guerra.
Eu me chamo Maria Augusta. Eu me chamo Lua Serena. Eu me chamo outros nomes também...
Analise, se quiser.
Para mim foi um grande carinho das minhas ancestrais...
Acordei enternecida e decidi dividir aqui.
E vc?
O que você carrega de seus ancestrais? Que poderes e mistérios seu nome carrega? E seu nome religioso?
E os nomes de seus pais, avós, bisavós...?

Anote, pesquise, reflita e absorva.
Certamente, tem muita beleza e mistério em seu nome.
Beijos, 
Lua Serena, Maria Augusta e outras <3 span="">

15 de dezembro de 2016

AGENDA PAGÃ 2017

Gentes,

Achei super lindinha a Agenda Pagã 2017, idealizada pelos Dinho Oliveira.

Vale a pena imprimir e usar durante todo o ano.

Para saber mais, clique aqui.

Beijocas,

Lua Serena

8 de setembro de 2016

Sobre a Roda da Fortuna e a sabedoria dos Ipês


Se for pedir algo aos Deuses, peça sabedoria.
Ela faz você fluir melhor por todos os ciclos de sua vida.
Peça para ter a sabedoria dos Ipês, para que as flores que caem de VC possam embelezar o caminho, nutrir a terra e dar espaço ao novo. 
Que dos ciclos da natureza você possa extrair essa sabedoria, que também vive dentro de você, pois somos um só corpo com a Terra.
Da roda essa sabedoria é o eixo.
Você é o movimento, o vento, o sopro... Que passa.
Sabedoria para fluir nos ciclos. Peça isso aos Deuses.
A vida não lhe parecerá um fardo.
A vida sorrirá para VC e dentro de você.

Beijos,
Lua Serena

23 de abril de 2016

Cozinha da Bruxa 02: Hamamélis


HAMAMÉLIS
Hamamelis virginiana

Também conhecida como hamamelia e aveleira de bruxa
Embora todas as suas partes sejam usadas para os fins medicinais, sendo muito empregada na fitoterapia e na homeopatia, a hamamélis é comumente conhecida para remédios de pele, por sua ação adstringente.
Além dessa atuação, esta planta também possui ação anti-inflamatória, anti-viral, antioxidante, descongestionante, tônica, vasoconstritora e anti-hemorrágica.
É muito indicada para hemorroidas, tendo seu princípio ativo presente e vários medicamentos para este fim;
Sua ação anti-viral e anti-inflamatória também favorece o tratamento de herpes simplex.
Pode ser encontrada na forma de cápsulas, chás, cremes, pomadas, folhas secas, tintura, dentre outras.
A hamamélis, como dito, é conhecida como Witch Hazel – numa tradução livre, aveleira de bruxa, o que a torna uma planta muito mística, embora poucos saibam disso.
Historicamente, todos conhecem a história da varinha de bruxa, não é?!
Pois bem, de acordo com alguns estudos – que inclui o famoso tratado de magia da Idade Média, A Clavícula de Salomão – a varinha ideal deveria ser feita de madeira de avelaneira cortada com apenas um golpe de machado.
Essa ideia se difundiu tanto, na época, que a hamamélis, ou aveleira de bruxa, passou a ser extremamente usada na confecção de varinhas.
Dentre as ações mágicas desta planta, posso destacar para vocês: banimento, proteção e fortalecimento contra ataques mágicos, mau olhado, o mal, em geral... Ela combate o inimigo.
Nesse sentido, não é interessante notar que ela, medicinalmente também combata os inimigos do corpo, por suas ações anti-inflamatória, antioxidante, descongestionante e anti-viral?
Pois é...
Além disso, a aveleira de bruxa é uma planta muito associada aos ancestrais, aos nossos protetores invisíveis.
Por isso, uma boa pedida é queimá-la no incenso na noite dos ancestrais (Samhain).
Você pode, também,oferecer suas flores e avelãs aos antigos que já partiram, coloca-las no seu altar, na noite de celebração, e depois confeccionar amuletos ou incenso de proteção, presenteando seus ascendentes vivos.
Quer proteção, força e contato com os ancestrais e amigos invisíveis?
Hamamélis é uma excelente opção.
Um beijo,
Lua Serena.
Bibliografia:
- Apostila do Curso Formação em Fitoterapia do Instituto Mãe Terra
- História das Ervas Mágicas e Medicinais, de Mar Rey Bueno
- tuasaude.com

6 de novembro de 2015

ESP - Encontro Social Pagão no Vale do Paraíba

Queridos amigos do Vale do Paraíba,
O ESP (Encontro Social Pagão) é um encontro que acontece todo mês, há mais de dez anos, em praticamente todos os Estados da Federação, de cunho totalmente gratuito e com o objetivo de fomentar troca de ideias e novas amizades no meio pagão.

Agora, o ESP está de volta no Vale do Paraíba!
Quem tiver interesse por quaisquer vertentes do Paganismo/Neopaganismo e quiser acompanhar as datas e temas dos encontros, entrem no grupo do facebook sobre o evento aqui no Vale do Paraíba e sejam bem-vindos!
Acessem o link:

Reflexões pagãs sobre orgulho, humildade, respeito, caridade, perdão...




Conversando com um amigo, surgiu a vontade de gravar um vídeo sobre reflexões sobre o despertar e a necessidade de refletirmos sobre o que realmente são esses conceitos de orgulho, humildade, respeito, caridade, perdão...

28 de setembro de 2015

Despertar - Semente Ancestral



Semente Ancestral em treino de uma noite de primavera. Mágica noite em que nos conectamos com Varuni e Varuna Emoticon heart


Música: Despertar
Por: Lua Serena
No centro do círculo vou despertar (2x)
Eu vou
Despertar eu vou
O centro deste círculo eu sou (2x)