13 de fevereiro de 2014



Por que Sou pagã?

Porque decifro os mistérios nadando em minhas lágrimas e em minha dor reconheço a face de tudo que me compõe.

Porque danço e faço amor com a natureza e reconheço o sagrado em tudo, absolutamente tudo que é dito profano... O profano e o sagrado são um só e parte daquilo que eu sou.

Porque imprimo, espalho e expando o meu sagrado através dos meus atos e palavras e canto meus Deuses na escuridão e na luz... Sou todos os matizes de luz e escuridão.

Porque eu tenho fé no poder do meu sangue e do meu espírito e não me dobro diante das dificuldades... Eu me curvo, agradeço, levanto e recomeço... pq meu é o poder de criar e moldar e recriar a partir da ferida aberta as flores que virão colorir minhas primaveras.

Porque não temo ser quem sou de verdade, em essência e exterior, a plena manifestação de minha mãe, meu pai, meus Deuses.

Porque não recuo diante da responsabilidade de curar meu mundo a partir do meu interior. Sendo a perfeita soma de todos os meus ancestrais, carrego em minhas células as infinitas possibilidades de curar a mim, a Terra, o corpo vivo do qual sou parte.

Sou pagã porque escuto, não apenas ouço, pq enxergo, não apenas vejo... e pq existo... não apenas vivo... e existindo permito ao outro existir em mim.

Porque escuto a voz dos Antigos na folha que cai. Enxergo a vida sussurrando toda a criação... numa voz melodiosa... antiga... e profundamente igual a minha.

Por Lua Serena
Postar um comentário