19 de novembro de 2007

Intimidade com os Deuses

Olás!

Eu adoro aquela brisa da manhã de primavera, quase de verão, mesmo em São Paulo com a poluição comendo solta...
Então, semana passada eu estava indo trabalhar, de pé no ônibus, quase chegando na Paulista, sentindo aquela brisa boa... Abri a bolsa para pegar um batonzinho e passar para tirar aquela cara de crente quando me deparei com um cabelo branco na minha cabeça. Ele estava lá, como quem não quer nada, mas querendo dizer muito. Eu fiquei olhando para ele, ele para mim...
Bom, eu nem sou tão velha, gente... Mas aquele cabelo branco na minha cabeça... Hum... Fiquei pensando se arrancava, se deixava... Afinal, eu pinto o cabelo mesmo, logo ele ia sumir na tinta.
Nessas de arranca, não arranca, eu comecei a ter um papo cabeça com o cabelo, rs*
Poxa... é bonito, que legal, é a primeira marca que a Velha Senhora deixa em mim... Bom, nem tanto, para falar a verdade eu já até tenho umas ruguinhas... Mas nada que uma boa base não engane!
Mas tudo bem, sabe... é só o começo, pensei. Um dia estarei velha, carregando a bagagem que os Antigos me deram... A bagagem dos anos, que legal... Um dia vou estar contando para os meus netos as minhas histórias. Umas eu sei que vão achar um saco, outras tenho certeza que vão dar boas gargalhadas.
Viver os Deuses é isso. Se você pensa nas três faces da Deusa (que para mim nem são só três, mas vamos lá), você tem que entender que vc não passa por elas, vc agrega cada face em si. Vc oscila entre uma face e outra tantas vezes. Eu percebi isso cedo, logo que fiz um filho quando ainda era uma ninfeta... hehehe
A face Mãe chegou rapidinho, meu corpo sentiu (e como sentiu) o ser mãe!
Claaaaro que com a Velhota não seria diferente, raios!
Vivenciar os Deuses é essa maravilha mesmo... Começa com um fio branco, uma linha perto dos olhos... Depois começam as dores nas costas, a gota! rs*
Coisas da vida! E o bom é viver mesmo a intimidade com os Deuses. A gente passa um tempão lendo sobre os Deuses, filosofando, debatendo... Mas bom mesmo é ser assim tão íntima Deles!
Eu sou tão íntima que a dúvida não permaneceu por muito tempo... Arranco, não arranco?
Lógico que eu arranquei!!!
Eu sou íntima mesmo! Qual é?! Eu arranquei, afinal de contas... Cabelo branco e rugas só fica charmante para os meninos (Olha o George Clooney).
Que venha a Anciã... mas que venha enxutona!
Postar um comentário